O primeiro dia de palestras do 12° Seminário de Gerenciamento de Projetos teve início com um discurso do Presidente do PMIRS, Thiago Regal, durante solenidade de abertura do evento. No momento, Regal contextualizou a necessidade de competência estratégica, inovação e criatividade no momento econômico que vivemos atualmente. “A crise que enfrentamos exige mudanças, que, cada vez mais, se tornam mais complexas. Portanto, a presença de um bom gerenciamento de projetos é fundamental para um bom resultado”, citou Regal. Logo após o discurso, os voluntários que trabalharam no evento foram homenageados pela diretora de eventos estratégicos, Tatiana Ott. E o VP de Marketing e Relações Institucionais, André Voltolini, homenageou as empresas Mantenedores do PMIRS.

Após a solenidade de abertura, o diretor do Conselho do PMI Global, Ricardo Triana falou sobre as tendências globais em gerenciamento de projetos. Com uma abordagem interativa, Triana indagou os participantes a se questionarem sobre a importância do gerenciamento de projetos. Ele demonstrou o crescimento da área, que prevê a criação de 15,7 milhões de funções de gerentes de projetos gerados mundialmente até 2020. Levantando o princípio de “voltar ao básico”, Triana indicou a importância que o bom entendimento de projetos, a presença de patrocinadores, o mantimento de talentos, o alinhamento de projetos e estratégia, a presença de um escritório de projetos e a padronização de práticas tem para o sucesso empresarial. Triana propôs ao público uma palestra interativa, com debates com a plateia sobre as práticas que auxiliam o gerenciamento de uma empresa, dando ênfase a quatro aspectos: A transferência de conhecimento, o gerenciamento de risco, a agilidade e a maturidade na realização de benefícios.

Fez parte da programação a palestra realizada pelo presidente do PMI do Rio de Janeiro, Carlos Augusto Freitas, que falou sobre o gerenciamento de projetos através de uma visão estratégica. Freitas detalhou e exemplificou o que é ter visão estratégica em gerenciamento de projetos que, segundo ele, é realizar uma série de ações olhando para o futuro da organização, levando em conta a realidade e o conhecimento em gestão de projetos que se tem dentro dela. Leia mais aqui.

Outra participação inédita foi do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da palestra do diretor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Adriano Boff, que apresentou o projeto da Sala do Investidor. Leia mais sobre a palestra aqui

Ao longo dos dois dias de palestras, vice-presidentes do PMIRS palestraram no evento.
No dia 16/09, o VP de Expansão e Branches, Leandro Vignochi, palestrou sobre Projetos de Redução de Desperdícios: pensando enxuto suportado por boas práticas de gestão de projetos. No dia 17/09, o VP de Voluntariado, Fábio Giordani, deu uma palestra sobre a atuação remota do gerente de projetos com o tema: Virei Remoto, e agora? O que muda qando o GP vira remoto? Saiba mais sobre essa aqui

17 de setembro de 2015