Como o PMO pode ter mais influência e impacto na sua empresa? A resposta pode estar na aplicação de cinco dimensões-chave apresentadas no relatório PMO Maturity, desenvolvido pelo PMI em parceria com a PwC. Ambos se uniram para abordar o estado da maturidade do Escritório de Gerenciamento de Projetos (PMO) por meio da criação de um índice Índice Global de Maturidade de PMO inédito.

As cinco dimensões-chaves, que integram 23 elementos, são: Governança, Integração e Alinhamento; Processos; Tecnologia e Dados e Pessoas.

Na era pós-pandemia, o PMO assume um papel vital para as organizações ao irem além da execução tática de projetos e realizarem uma gama mais ampla de atividades que geram valor estratégico. O levantamento identificou 230 PMOs - chamados de "10% principais" no relatório, que são líderes na aplicação e nos resultados das cinco dimensões-chave. A pesquisa envolveu mais de 4.000 profissionais de gerenciamento de projetos, sendo que mais de 2.500 deles trabalham em um PMO.

Com maior concentração no sul da Ásia, os 10% principais PMOs se destacaram em todas as cinco dimensões que compõem o índice de maturidade. Grande parte está no setor de tecnologia - o que não é surpresa, visto que lideram capacidades como transformação e mudança - mas há destaques também no setor de serviços financeiros, construção e telecomunicações.





O que podemos aprender com os principais PMOs?

Vamos destacar um aprendizado em cada uma das cinco dimensões-chave apresentadas no relatório PMO Maturity. 


Governança - 89% dos principais PMOs contribuem para o desenvolvimento da estratégia o tempo todo, em comparação com 32% das organizações. Quando o PMO está envolvido na estratégia, ele pode garantir que os recursos sejam alocados de forma eficiente aos projetos e programas, priorizando as iniciativas que contribuem para os principais objetivos da organização.

Integração e Alinhamento - Garantir que os indicadores-chave de desempenho (KPIs) e as iniciativas estejam totalmente alinhados com as metas estratégicas e de mudança da organização como um todo é um processo que 94% dos 10% principais estão fazendo o tempo todo, em comparação com 38% dos PMOs em geral. O alinhamento estratégico ajuda os PMOs a serem mais ágeis em resposta a interrupções e mudanças.

Processos - Metodologias e ferramentas de gerenciamento de projetos são necessárias, mas um PMO ainda precisa ser sensível às diferentes necessidades dos usuários finais na organização e ser capaz de flexibilizar quando necessário. Os PMOs mais avançados têm essa mentalidade: 92% dos 10% principais estão adaptando continuamente ferramentas, metodologias e práticas para diferentes projetos e equipes, em comparação com 35% dos PMOs em geral.

Tecnologia e Dados - 65% dos principais PMOs adotaram a análise de dados (contra 50% no geral) e 59% disseram que estão usando soluções de automação (contra 45% no geral), ajudando as organizações a usar dados extensivamente para tomar decisões baseadas em evidências. Isso tem o benefício adicional de liberar os gerentes de projetos de tarefas repetitivas, permitindo que gastem mais tempo colaborando com a organização em iniciativas estratégicas e criativas.

Pessoas - Os 10 por cento do Top apreciam a importância de desenvolver capacidades vencedoras para obter uma vantagem competitiva. Os gerentes de projeto dizem que a construção de relacionamentos, a liderança colaborativa e as capacidades estratégicas são mais importantes para melhorar as decisões, os resultados e o desempenho da equipe. Um alerta feito na análise do relatório, é que uma em cada três organizações luta para encontrar gerentes de projeto com as competências procuradas.

Você pode conferir o relatório PMO Maturity completo AQUI
Categorias: Carreira
Data de publicação: 13 de abril de 2022
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com estas condições, e, com nossa Política de Privacidade. Consulte nossa Política de Privacidade.