RSS PMI-RS Notícias de PMI-RS Fri, 12 Apr 2024 13:51:24 -0300 Fri, 12 Apr 2024 13:51:24 -0300 Visaoi https://pmirs.org.br/rss Modelo de gestão do PMIRS avança com framework OKR Fri, 05 Apr 2024 11:34:37 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/759/?modelo-de-gestao-do-pmirs-avanca-com-framework-okr.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/759/?modelo-de-gestao-do-pmirs-avanca-com-framework-okr.html Sempre atento às demandas e à evolução da gestão, o Capítulo PMI Rio Grande do Sul tem avançado na aplicação de seu modelo de gestão baseado no framework OKR, com pilares consolidados e novas integrações. O framework viabilizará o planejamento estratégico para 2024, que seguiu o princípio da simplificação.

Segundo o presidente do PMIRS, Alex Rosa, o planejamento permitirá o foco do Capítulo em áreas classificadas pela Diretoria como importantes e essenciais. "Nosso modelo de acompanhamento se baseia no framework OKR. Passamos por uma recente implantação da suíte SA da Interact (nossa parceira e mantenedora), o que nos permite acompanhar isso de modo muito mais estruturado, com confiança e rastreabilidade das informações", explica Alex.

Uma das premissas do Capítulo para 2024, é o alinhamento de suas metas às metas regionais Latam e, por consequência, às metas globais do PMI. O presidente explica que  "a importância do framework vem exatamente para nos trazer uma boa visão, no meio do caminho, se vamos chegar nelas com sucesso ou se precisarmos mudar nossas iniciativas de modo a cumprir o objetivo".

Nossos pilares

Para a estruturação dos OKRs de gestão alinhada à visão do PMIRS para 2024, foram identificados quatro grandes temas, nomeados de “pilares”. "Os três primeiros pilares são temas ligados diretamente ao olhar do filiado “de fora para dentro”. O último pilar, mais estruturante, é o que dá base e eficiência operacional para apoiar o desenvolvimento dos pilares anteriores", segmenta o presidente.

Os pilares são:


PILAR 1: Desenvolvimento da Comunidade

Os filiados buscam que o Capítulo os apoie de forma direta em seu desenvolvimento profissional, proporcionando um ambiente onde possam sentir-se apoiados, engajados e conectados com outros profissionais que compartilham interesses semelhantes no campo do gerenciamento de projetos. Desejam ter a oportunidade de ouvir e ser ouvidos, aprender e compartilhar conhecimento, construir relacionamentos e colaborar de forma significativa.

PORTANTO, NÓS QUEREMOS: 

“Gerar oportunidades de aprendizado e desenvolvimento profissional de alta qualidade”


PILAR 2: Percepção de Valor e Engajamento 

Para os filiados, é crucial obter percepções de valor significativas do Capítulo, juntamente com um envolvimento contínuo, a fim de estabelecer relacionamentos satisfatórios e duradouros.

PORTANTO, NÓS QUEREMOS:

“Tornar o PMIRS mais desejado para profissionais de projetos no Rio Grande do Sul”


PILAR 3: Visibilidade e Influência

Para os filiados, é fundamental que o Capítulo esteja visível nos canais de comunicação adequados. Além disso, eles buscam inspiração em ações do PMIRS e de outras pessoas, organizações ou comunidades para adotarem ideias, práticas e ações no campo do gerenciamento de projetos.

PORTANTO, NÓS QUEREMOS:

“Aumentar a visibilidade do PMIRS e sua influência na comunidade de gerenciamento de projetos”


PILAR 4: Eficiência Operacional

O PMIRS deve operar de maneira otimizada, entregando um elevado valor agregado em seus produtos e serviços, enquanto gerencia seus recursos de forma inteligente e eficaz para apoiar diretamente os três primeiros pilares.

PORTANTO, NÓS QUEREMOS:

“Melhorar os padrões de eficiência, qualidade e gestão, inclusive financeira”


Vem muita novidade por aí!
Envolva-se com o PMIRS. Saiba como ser um(a) filiado(a).
https://pmirs.org.br/pagina/116/?filiacao.html]]>
Gerentes de projetos podem atuar como co-pilotos da inovação no agronegócio. Saiba como. Wed, 20 Mar 2024 19:03:55 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/758/?gerentes-de-projetos-podem-atuar-como-co-pilotos-da-inovacao-no-agronegocio-saiba-como.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/758/?gerentes-de-projetos-podem-atuar-como-co-pilotos-da-inovacao-no-agronegocio-saiba-como.html O desenvolvimento e fortalecimento do agronegócio figura como uma das prioridades estratégicas do Governo. Prova disso são as iniciativas voltadas ao setor, por exemplo os grandes eventos e os investimentos, como o anunciado em fevereiro pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), que disponibilizou R$ 250 milhões para novos financiamentos durante a Expodireto Cotrijal 2024.

O PMI Rio Grande do Sul marcou presença este mês, em Não-Me-Toque, na Arena Agrodigital Expodireto Cotrijal pelo segundo ano consecutivo. O Capítulo foi representado pelo Branch Norte Gaúcho, através dos voluntários Guilherme Silva de Oliveira e Alexandre Marinho da Silveira, que apresentaram a palestra “Semear o Futuro: Cultivando a Inovação do Agro na Gestão de Projetos".

O objetivo foi evidenciar o papel fundamental do PMIRS no caminho da Gestão de Projetos no setor. Além da palestra, os voluntários também tiveram a oportunidade de gravar um podcast no ArenaCast (link disponível em breve - fique de olho em nossas redes sociais).

Para o gestor de projetos, mentor e expert em Inovação, Guilherme Silva, que representou o PMIRS na Arena Agrodigital, o agronegócio é um setor que está perdendo o estereótipo do colono, do agricultor, e que vem cada vez mais incorporando a tecnologia em suas entregas. "E o uso de tecnologia abre as portas para a gestão de projetos, gerando um despertar do agro para a necessidade da gestão de projetos no setor", justifica.

Com foco em inovação, grandes players do setor têm aberto espaços e estimulado ações que inovem e otimizem os resultados do agronegócio na matriz econômica. Guilherme Silva vê a implantação do sistema de gestão nas fazendas como um caminho cada vez mais explorado. "Tem dado muito certo, quando falamos em implementação e gestão de projetos, além da pauta ESG em empresas e fazendas. É um tema muito quente e está sendo incentivado e falado no agro atualmente", completa.

E como o gerente de projetos pode ser atuante no setor e contribuir para essa mudança em curso?

Durante sua entrevista, Guilherme Silva, apontou alguns caminhos para o gerente de projetos gaúcho que deseja se destacar e trazer resultados. Um deles é a atuação em projetos mais tradicionais e preditivos, como as implantações e transformações digitais; o outro é voltado à inovação, onde o gerente de projetos atua como co-piloto, já que todas as ações voltadas à inovação demandam muito gerenciamento de projetos.

"Para crescer como GP no agro, é preciso conhecer o setor, pois conta muito como experiência. É uma área bem escassa de profissionais e vale acompanhar notícias e se especializar no setor. O domínio de métodos ágeis, quando falamos em inovação, é imprescindível e vale a pena se especializar para poder atender à demanda de desenvolvimento do setor, principalmente em tecnologia e inovação", aconselha Guilherme.

]]>
LIM 2024 - Criatividade e inspiração marcaram filiados do PMIRS presentes no evento latino-americano Fri, 15 Mar 2024 14:45:58 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/757/?lim-2024---criatividade-e-inspiracao-marcaram-filiados-do-pmirs-presentes-no-evento-latino-americano.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/757/?lim-2024---criatividade-e-inspiracao-marcaram-filiados-do-pmirs-presentes-no-evento-latino-americano.html O PMI reuniu lideranças da América Latina para o tão esperado Latin America Leadership Institute Meeting 2024 e o PMIRS não ficou de fora. O Capítulo gaúcho foi até a Cidade do México, representado pelo Presidente, Alex Rosa, o Vice-Presidente de Desenvolvimento Profissional, Bernardo Zurli, o Vice-Presidente de Filiação e Voluntariado, Márcio Santos e a Diretora de Comunicação, Kátia Argemi.

Realizado entre os dias 1 e 4 de março, o encontro  teve o objetivo de compartilhar iniciativas do PMI, disseminar cultura, promover o desenvolvimento e atualização das lideranças sobre as estratégias do Instituto, bem como proporcionar a troca de experiências entre os profissionais. Nós conversamos com dois participantes para trazer as impressões reais de quem compartilhou quatro dias de muito networking e estratégia. 

Para o Vice-Presidente de Filiação e Voluntariado, Márcio Santos, sua participação no LIM permitiu que acompanhasse temas tratados como liderança, cultura, estratégia, diversidade, impacto social e, principalmente, a gestão de conflitos que, segundo ele, "é algo que deve ser aprimorado dentro dos capítulos”.

“Acredito eu que com os cases apresentados, possamos trazer melhorias para o nosso capítulo gaúcho e aprimorar isso junto aos nossos voluntários. Fica a necessidade de promover ações com estes temas principais que são desenvolvidos na América Latina, e que possamos juntos fortalecer o nosso Capítulo", comentou Márcio Santos.

A Diretora de Comunicação do PMIRS, Kátia Argemi, conta que o evento ampliou sua visão sobre o papel dos líderes do Capítulo.

Durante dinâmicas e palestras, fomos constantemente instigados a abraçar a curiosidade - tema do LIM deste ano e um dos pilares da Cultura PMI, buscando soluções além do convencional e estando dispostos a experimentar, mesmo que isso significasse falhar rapidamente para acertar. Aprendi não apenas teorias, mas também estratégias práticas para aplicar em nosso dia a dia como voluntários-líderes”, destaca.

Durante o evento, os participantes também tiveram a oportunidade de aprofundar o conhecimento em plataformas como ThoughtSpot e VEP (Volunteer Engagement Platform). "Entender o funcionamento destas ferramentas é essencial para o sucesso de nosso Capítulo, e agora me sinto melhor preparada para aproveitar ao máximo seu potencial em nossas operações diárias”, pontua Kátia.

Conhecer os projetos bem-sucedidos em outros Capítulos foi uma fonte de inspiração. "Essas experiências compartilhadas destacaram o poder da colaboração e da inovação na condução de projetos. Em resumo, o LIM Latam 2024 foi uma jornada de muito aprendizado, crescimento e conexão”, conclui a Diretora de Comunicação do PMIRS. 

Ainda durante o Leadership Institute Meeting (LIM), o Presidente do PMI Rio Grande do Sul (PMIRS), Alex Rosa, participou de um painel dedicado a finanças. Esta foi uma oportunidade para destacar as boas práticas adotadas pela gestão do Capítulo do Rio Grande do Sul, especialmente no que tange ao seu impacto positivo sobre o orçamento anual. A discussão proporcionou insights sobre a eficiência e eficácia das estratégias financeiras implementadas, servindo como um modelo inspirador para outros capítulos. A capacidade de compartilhar essas práticas estimulou um diálogo construtivo sobre gestão financeira eficiente para Capítulos.

Em outro momento importante do LIM, o Presidente Alex Rosa realizou uma apresentação sobre a integração entre os capítulos brasileiros do PMI. Focando na colaboração para a realização do maior evento de gestão de projetos do Brasil, o Congresso Brasileiro de Gestão de Projetos e Liderança (CBGPL), ele delineou como os 14 capítulos nacionais trabalharam conjuntamente para promover este evento. A iniciativa serviu como um case de sucesso, despertando grande interesse e impacto positivo entre os Capítulos da América Latina presentes. O compartilhamento desta experiência enfatizou a importância da união e do trabalho em equipe para alcançar objetivos comuns, reforçando a ideia de que a colaboração transfronteiriça pode levar a realizações significativas.


]]>
2024 é o ano das Certificações: saiba por onde começar Mon, 04 Mar 2024 16:31:26 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/756/?2024-e-o-ano-das-certificacoes-saiba-por-onde-comecar.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/756/?2024-e-o-ano-das-certificacoes-saiba-por-onde-comecar.html Estar com um plano traçado para a carreira é uma das tarefas inegociáveis dos primeiros meses do ano.  Para os gerentes de projeto, isso não é diferente. A retomada da oferta dos cursos Preparatórios no PMIRS - realizados em parceria com o PMI São Paulo e outros Capítulos brasileiros - é uma excelente oportunidade para o gerente de projetos que quer alçar voos maiores em 2024 e conquistar novas oportunidades na carreira.

Jean Ramone, especialista em Gestão de Projetos, atua como Gestor de Projetos e PMO em uma consultoria em Porto Alegre. Certificado CAPM® desde julho de 2023, o filiado do PMI RS conta que utilizou o primeiro semestre para se preparar, com cursos, estudo do PMBOK Guide® e videoaulas.

"O principal ponto para destacar foi meu crescimento profissional dentro da Consultoria. Hoje, além de fazer a gestão de alguns projetos, eu também coordeno o PMO da consultoria. Nós temos um portfólio de 25 projetos, então aplicamos as melhores práticas de controle, no orçamento, na gestão de cronograma e equipes. A certificação CAPM® conseguiu me dar esse primeiro avanço na área", conta.

A meta para 2024 é mais ousada. Jean Ramone quer fechar o ano com sua Certificação PMP®. "Já é uma meta para minha carreira e isso vai me abrir mais portas na consultoria, para que eu possa assumir mais responsabilidade e outros projetos. A maioria deles é para Órgãos Públicos, então há cada vez mais a exigência de profissionais certificados. Enquanto isso vou me especializando de outras formas, com pós-graduações e cursos. E não pretendo parar na Certificação PMP®, tenho expectativa de obter alguma certificação em PMO também".

Driéle Castro, filiada do PMIRS e  Coordenadora de Projetos na TOTVS SA, obteve sua Certificação PMP® em setembro de 2023 e ainda está comemorando os frutos! "O primeiro impacto da certificação para mim foi em minha autoconfiança. Por mais que a gente estude (tenho pós-graduação em gestão de projetos e atuo na área), a certificação gera aquele sentimento de que realmente você tem domínio das práticas de gestão de projetos. E ganhei ainda mais. A certificação me trouxe a oportunidade de lecionar na área de Gestão de Projetos, em Caxias do Sul, que era meu grande sonho, sempre quis ser professora. No meu caso, por ter a certificação internacional, fico habilitada para lecionar no MBA, por exemplo, sem contar que auxilia muito em nossa carreira", comemora.

Os cursos preparatórios oficiais do PMI® são a melhor indicação para o gerente de projetos que quer estudar de forma assistida e com os melhores facilitadores. Todo o material utilizado é oficial e há muitas ferramentas disponíveis, como simulados, provas anteriores, grupos de estudos e mais.


"Se eu pudesse deixar um conselho para quem está estudando é confiar em si mesmo, dar o seu melhor. Quando faltam alguns dias para a prova, a ansiedade aumenta, a preocupação aumenta, então se dedique, dê o seu melhor. Não tem como passar na Certificação PMP® sem estudar. A leitura do PMBOK Guide® , simulados e preparatórios são muito importantes para você fazer uma prova consciente", aconselha Driéle Castro.


Conheça os cursos Preparatórios disponíveis e inscreva-se! Sua certificação PMI está mais perto do que imagina!


Preparatório CAPM®
https://www.sympla.com.br/evento-online/preparatorio-capm-online-tercas-e-quintas-feiras-turma-13/2249298

Preparatório PMP®
https://www.sympla.com.br/evento-online/preparatorio-oficial-pmp-r-online-tercas-e-quintas-feiras-turma-53/2249263

Preparatório ACP®
https://www.sympla.com.br/evento-online/preparatorio-pmi-acp-online-segundas-e-quartas-feiras-turma-22/2250217

Saiba mais - A Certificação PMP®
O Project Management Professional (PMP®) é a certificação líder mundial em gerenciamento de projetos. Agora incluindo abordagens preditivas, ágeis e híbridas, o PMP® prova experiência e expertise em liderança de projeto em qualquer forma de trabalho.

A certificação PMP® é projetada por profissionais de projetos, para profissionais de projetos e valida que você está altamente qualificado em:

  • Pessoas, enfatizando as habilidades básicas de que você precisa para liderar com eficácia uma equipe de projeto no ambiente em constante mudança de hoje.
  • Processo, reforçando os aspectos técnicos de uma gestão bem-sucedida de projetos.
  • Ambiente de Negócios, destacando a conexão entre os projetos e a estratégia organizacional.

A certificação PMP® valida que você tem as habilidades de liderança de projeto que os empregadores procuram. O novo PMP® inclui três abordagens principais: Preditivo (cascata), Ágil e Híbrido.

Saiba mais - Certificação CAPM®
A certificação CAPM® foi criada para membros de equipe e gerentes de projeto que estão começando na profissão. Estudantes com o ensino médio (2º Grau) completo também podem se certificar.

Esta certificação beneficia profissionais de todas as áreas, pois demonstra o interesse do profissional no ganho de conhecimentos em processos e terminologias de gerenciamento de projeto. Profissionais com habilidades em gerenciamento de projetos rumam a caminho da liderança, e a certificação CAPM® é uma das melhores formas de alavancar a carreira.

Você pode ser CAPM se:
- Membro de uma equipe de projeto;

- Praticante de gerenciamento de projetos com pouca experiência, ou recém-iniciado nas atividades de gerenciamento de projetos;

- Estudante de graduação ou pós-graduação que tenha interesse em gerenciamento de projetos.

]]>
GP Start 2024: conheça os oito projetos aprovados Mon, 26 Feb 2024 11:16:59 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/755/?gp-start-2024-conheca-os-oito-projetos-aprovados.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/755/?gp-start-2024-conheca-os-oito-projetos-aprovados.html No PMI Rio Grande do Sul, o ano não espera pelo Carnaval para começar. Desde 2021, os três primeiros meses são marcados pela intensa atividade dos voluntários que lideram e executam projetos no Capítulo através do Programa GP Start. Esta iniciativa proporciona que o PMI Rio Grande do Sul mantenha-se ativo, beneficiando voluntários, filiados e comunidade de projetos nos primeiros 3 meses do ano. Na edição atual, oito projetos foram aprovados e estão em andamento, com previsão de conclusão até 31 de março.

"O GP Start tem sido fundamental para proporcionar à comunidade um calendário anual de atividades", destaca Cristiano Gonçalves, GP da iniciativa. "Antes deste programa, o Capítulo costumava iniciar seus projetos apenas a partir de março ou abril. Agora, além de estender o calendário anual, os projetos estão em pleno funcionamento enquanto o Capítulo se prepara internamente para definir o novo portfólio de projetos do ano."

Conheça os projetos aprovados para o primeiro trimestre de 2024:

GP Empresarial: O evento tem por objetivo aproximar as empresas, na região Norte do Estado e PMIRS, através da atuação dos voluntários do Branch Norte Gaúcho. Com isso queremos trazer maior visibilidade, além de possibilitar o desenvolvimento dos profissionais de projetos da região.

 Trello em Ação: Gerenciando Projetos com Eficiência: A execução do projeto "Trello em Ação: Gerenciando Projetos com Eficiência" é motivada pela necessidade fundamental de fortalecer as habilidades dos voluntários do Branch Serra Gaúcha em gestão de projetos. A busca por eficiência operacional e padronização de práticas é impulsionada pelo reconhecimento de que o Trello é uma ferramenta valiosa para alcançar esses objetivos.

Almoce com Projetos PMI Branch Norte Gaúcho 2ª Edição: Oferecer um ambiente de aprendizado e networking para profissionais que atuam em Gerenciamento de Projetos na região Norte do Rio Grande do Sul, através de conteúdo relevante e prático apresentado por speakers parceiros, com a participação mínima de 50 pessoas, garantindo a disponibilidade de recursos necessários para realização do evento em 23/03/2024.

Palestra e Podcast na Arena Agrodigital da Expodireto Cotrijal 2024: Participar da Arena Agrodigital, na Expodireto, promovendo um podcast com duração de 30 min e uma palestra com duração de 40 min, com temática “Gestão de Projeto voltado para o Futuro do Agronegócio”.

Programa de Apadrinhamento de Novos Gerentes de Projetos: Implementar um programa eficiente de apadrinhamento, garantindo que gerentes de projetos novos sejam orientados por profissionais experientes, promovendo a transferência de conhecimento e habilidades específicas.

Workshop Processos e Bizagi: Capacitar e aprimorar as habilidades técnicas, para Voluntários do PMIRS,  em gerenciamento de processos, BPMN e modelagem na ferramenta Bizagi, contribuindo assim para a excelência na execução de processos, projetos e a entrega de valor. O treinamento será realizado em um turno. 

E-book Eventos: O objetivo deste projeto é criar um e-book abrangente que documente o portfólio de produtos de eventos do PMIRS, fornecendo informações detalhadas sobre cada produto.

Workshop de transição de cargos - Branch Norte Gaúcho: Realizar um workshop de transição de cargos até 06/01/2024, consolidando as responsabilidades de cada coordenador; centralizar a documentação no Google Drive, acessível a todos os coordenadores até 10/01/2024; e disseminar o conhecimento entre as equipes, promovendo a inovação e aplicação de boas práticas – Exclusivo para voluntários do Branch Norte.

]]>
Líderes de projetos que desejam ser bem-sucedidos em 2024 deverão desenvolver habilidades essenciais Mon, 12 Feb 2024 10:43:11 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/754/?lideres-de-projetos-que-desejam-ser-bem-sucedidos-em-2024-deverao-desenvolver-habilidades-essenciais.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/754/?lideres-de-projetos-que-desejam-ser-bem-sucedidos-em-2024-deverao-desenvolver-habilidades-essenciais.html Se 2023 foi o ano em que a Inteligência Artificial se manteve entre as expressões mais comentadas (e discutidas) na internet, 2024 tem tudo para ser o ano em que novas tecnologias serão adotadas de vez e novos modos de fazer serão implantados nas rotinas dos profissionais de projetos.

Neste cenário, algumas habilidades técnicas, antes consideradas essenciais, são agora facilitadas por ferramentas, que otimizam e até executam determinada tarefa em segundos. Por outro lado, habilidades comportamentais são cada vez mais necessárias para atravessar esta transição e assumir posição de destaque e competitividade no mercado.

Nós conversamos com alguns líderes para compreender suas perspectivas e previsões para a carreira do profissional de projetos. Eles responderam à pergunta: “Quais serão as habilidades necessárias para profissionais de projetos se destacarem nesta nova era?”. Confira:

Margareth Carneiro
Especialista em gestão de portfólio, programas e projetos
"Escolher uma habilidade única é desafiador, então destaco três interconectadas. Primeiro, a adaptabilidade que é essencial para navegar por novas tecnologias, métodos e demandas de mercado, assim como para escolher abordagens de gestão de projetos adequadas a cada contexto. Em segundo lugar, as soft skills, inestimáveis e ainda insubstituíveis pela IA, são cruciais para a liderança e comunicação eficaz. Por fim, aprofundar-se em ferramentas de IA é fundamental, potencializando a eficiência e inovação em projetos. Dominar essas habilidades te posicionará à frente na sua carreira!"


Mário Trentim
Fundador e CEO da ModernPMO.com
"Domínio de ferramentas e software sempre foram importantes para os gestores de projetos. A disseminação do trabalho remoto e híbrido trouxe novos desafios para times ágeis e tradicionais para comunicação, colaboração e produtividade. Neste cenário, os gestores de projetos e change makers precisam dominar conhecimentos em tecnologia com uma atenção especial para low-code, inteligência artificial e automatização. Você pode aprender mais no próprio site do PMI.org/citizen-developers."


Heloiza Magrin
Especialista em Transformação Ágil e Digital de Negócios, formando profissionais de alto desempenho
"A maior habilidade que todo gerente de projetos deve ter em primeiro lugar, é entregar os projetos com o valor esperado pela organização que o lançou, e por incrível que pareça esta é a habilidade que menos é encontrada nos profissionais atualmente, por isso tantas vagas no mercado e ao mesmo tempo tantos gps buscando recolocação.
As IAs (inteligências artificiais) já estão sendo utilizadas como fonte de consulta e apoio na solução de vários problemas relacionados aos projetos, e os gerentes de projetos que souberem utilizá-las para seu desenvolvimento pessoal e apoio aos problemas de entrega de valor dos projetos, serão os que irão se diferenciar no mercado.
Então ao meu ver, a grande habilidade que fará a diferença em 2024, é o aprendizado por parte dos Gerentes de Projetos do uso das IAs para se diferenciarem no mercado como profissionais que conseguem entregar o valor que as organizações definem obter com o projeto."


Quais destas habilidades já estavam na sua mira para desenvolver em 2024?
Mantenha-se atento ao nosso site e confira oportunidades de aprendizado para desenvolver competências essenciais para uma carreira de sucesso.


E, se quiser saber mais sobre a relação entre soft skills e o sucesso do projeto, confira o relatório Pulse Of The Profession 2023 na versão em português disponível em nosso site (clique aqui).]]>
4 maneiras de manter-se atualizado em projetos com o PMI Thu, 01 Feb 2024 14:12:28 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/753/?4-maneiras-de-manter-se-atualizado-em-projetos-com-o-pmi.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/753/?4-maneiras-de-manter-se-atualizado-em-projetos-com-o-pmi.html Ser membro do PMI é, sem dúvida, uma grande oportunidade de desenvolvimento para os gerentes de projetos. Mas há ainda um outro tipo de aproximação que possibilita conexões relevantes, abre portas e gera crescimento sustentável para os profissionais: ser filiado ao PMIRS.

Fazer parte do PMI e PMIRS dá acesso a muitos benefícios que vão muito além daqueles que os profissionais certificados usufruem no mercado de trabalho.

O PMI é um grande ecossistema do gerenciamento de projetos e provê ferramentas, muitas vezes gratuitas, para que as boas práticas possam ser compartilhadas por profissionais de todos os segmentos e pela sociedade.

Conheça quatro maneiras de manter-se atualizado(a) em projetos com o PMI.
Aproveite cada uma delas!

Portal de Aprendizado
https://www.pmi.org/learning 

O portal de aprendizado do PMI é um verdadeiro hub de informação e atualização sobre gerenciamento de projetos. Aqui você encontra temas como Carreira, Treinamento, Lideranças Inovadoras, Ágil, pesquisas e muito mais.

Inteligência Artificial
https://www.pmi.org/explore/ai-in-project-management

O AI Resource Center é a sua porta de entrada para o futuro do gerenciamento de projetos orientado por IA (Inteligência Artificial). O PMI Infinity é baseado em IA do gerente de projetos, aproveitando fontes geradas e avaliadas pela comunidade global de profissionais do PMI. No portal também há cursos gratuitos, artigos e comunidades para fomentar o networking e aprendizagem.

Central de Carreiras
https://www.pmi.org/learning/careers

O impacto do PMI nas carreiras é inegável. Na Central de Carreiras, você encontra artigos, recursos e relatórios completos como o Earning Power: Project Management Salary Survey — Thirteenth Edition, Global Project Management Job Trends 2023 e o Talent Gap, estes com acesso restrito aos membros do PMI.


Blog Oficial do PMI
https://community.pmi.org/blogs/722102/The-Official-PMI-Blog#_=_

Ambiente perfeito para você conferir entrevistas, cases e ficar informado sobre tudo o que acontece no mundo de gerenciamento de projetos. O blog é atualizado com frequência e aborda temas como IA, Método Ágil, Carreira, Jeito de trabalhar, Ambiente e muito mais. O Acesso é liberado para quem também não é membro e é uma excelente oportunidade de conhecer pontos de vista diferentes, de profissionais atuantes em todo o mundo.

Quer explorar e saber mais?
Saiba como ser um membro do PMI e filiar-se ao PMI Rio Grande do Sul.
Acesse aqui]]>
Habilidades poderosas para liderar equipes de alto desempenho Tue, 30 Jan 2024 16:28:11 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/752/?habilidades-poderosas-para-liderar-equipes-de-alto-desempenho.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/752/?habilidades-poderosas-para-liderar-equipes-de-alto-desempenho.html Construir e manter equipes de alto desempenho são desafios presentes na rotina das organizações e gerentes de projetos que precisam se adaptar à nova realidade de mudanças. E para que isso aconteça, as empresas precisam de equipes de projetos focadas no futuro, mesmo diante de times multifuncionais, temporários e que detêm outras responsabilidades.

Um recente relatório do PMI apontou as chamadas habilidades poderosas, capazes de ajudar a construir e reinventar equipes para sustentar uma vantagem competitiva. Focando na cultura, capacitação, engajamento e resiliência, os gerentes de projetos e líderes podem redirecionar as diretrizes para o alto desempenho.

Vamos destacar uma dessas habilidades poderosas.
Os detalhes do relatório para as demais habilidades podem ser conferidas no site do PMI.
ACESSE AQUI
https://pmirs.org.br/documento/92/?formar-e-liderar-equipes-de-alto-desempenho.html

Resiliência para se recuperar de novo (e de novo)

O relatório traz duas constatações:

A Nova Realidade:
Não importa como esteja o mercado de trabalho, você estará enfrentando lacunas de talentos.

A grande questão:
Como você pode realocar responsabilidades para preencher essas lacunas — e construir uma equipe mais resiliente?

Os riscos geopolíticos emergentes, a mudança de prioridades estratégicas ou alguma disrupção digital surgida do nada podem desviar os projetos ou desbloquear oportunidades para novas iniciativas sem aviso prévio. Para gerentes de projeto, cultivar a resiliência da equipe — a capacidade de se recuperar ou manter o equilíbrio em tempos de mudança — é uma necessidade moderna.

A afirmação acima, contida no relatório, aponta um caminho sem volta para equipes de projetos que querem manter o alto desempenho. A utilização crescente de talentos externos e temporários não colabora no processo. O grande desafio é aproveitar ao máximo o talento que possuem e encontrar líderes de projeto que possam estabelecer normas de trabalho com habilidade — e ajustar com agilidade essas formas de trabalhar diante da mudança. Líderes proativos e criativos terão mais habilidades e resiliência necessárias para conduzir o time de talentos em momentos de mudança.

Amit Kasodekar, vice-presidente do escritório de estratégia e gestão de projetos do JPMorgan Chase em Bengaluru, Índia, oferece este conselho:

Dedique mais tempo ao planejamento e preparação da reunião. Isso ajuda a garantir que você faça as perguntas certas a todas as partes interessadas e obtenha uma orientação clara para sua equipe.

Aumente a frequência e a duração das sessões de brainstorming para resultados importantes. Isso dá aos membros da equipe mais tempo para desenvolver soluções inovadoras e estratégicas.

O alerta fica por conta da necessidade de se estabelecer metas e limites para evitar o esgotamento da equipe. Mudanças frequentes, rotatividade da equipe e mudança de responsabilidades podem elevar o risco de burnout (esgotamento). Com burnout não há espaço para resiliência. Os dados do infográfico abaixo, retirados do Future Forum Pulse, de 2023, apontam que 42% das pessoas já se sentiram esgotadas no trabalho e que a incidência é maior entre as mulheres com menos de 30 anos.

Para ajudar a mitigar esses riscos, os gestores de projetos devem contactar regularmente os membros da equipa para identificar potenciais fatores de stress e avaliar as suas cargas de trabalho e bem-estar.  A tecnologia também pode ajudar, quando usada para assumir tarefas repetitivas e rotineiras e maximizar a eficiência, liberando os membros da equipe para se concentrarem em atividades mais estratégicas. Por exemplo, as ferramentas alimentadas por IA podem avaliar a complexidade e os riscos, para que os gestores de projetos sejam mais capazes de combinar tarefas específicas com a pessoa mais adequada para o trabalho, diz Niral Rajani, gestor de projetos na Aristocrat, um fornecedor de soluções de jogos em Sydney, Austrália.

Acesse o relatório completo para conhecer mais sobre as outras três habilidades poderosas segundo o PMI.
https://pmirs.org.br/documento/92/?formar-e-liderar-equipes-de-alto-desempenho.html


]]>
Reuniões (geralmente) Não Valem Seu Tempo! Wed, 24 Jan 2024 20:46:01 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/751/?reunioes-geralmente-nao-valem-seu-tempo.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/751/?reunioes-geralmente-nao-valem-seu-tempo.html É claro que sim, todos nós já. Então, por que persistimos em atender reuniões quando sabemos que elas provavelmente não são a melhor maneira para se fazer o trabalho?

Imagine se você precisou preparar um business case para uma reunião. Você sabe, delinear a expectativa de custos e benefícios e somente aprovar se os benefícios superarem os custos. Talvez seja isso que nós deveríamos estar fazendo, porque se você somar o custo de cada funcionário de todos na reunião, encontrará um valor na casa de milhares de dólares por hora. Nós aceitamos esse desperdício como uma maneira normal de fazer negócios, mas aposto que se você pedisse permissão para pegar milhares de dólares em dinheiro da conta  da empresa e jogar fora, receberia um sonoro “não”

Não me entenda mal, reuniões podem ser uma maneira eficiente para fazer decisões, colaborar em questões importantes ou disseminar informação. Mas, geralmente, não são.
 
Aqui estão algumas dicas para conseguir reuniões que agreguem valor (por favor, adicione as suas também à lista):

1.     Primeiro, pergunte-se por que você precisa uma reunião e se a reunião é a melhor maneira de realizar o trabalho. Pode ser resolvido através de um email, um telefonema ou um café? Se você decidir que uma reunião é a maneira mais eficiente, então, comunique às pessoas disso. Eu começo toda reunião dizendo qual o propósito, e como o sucesso dela se parece.

2.     Se você tem uma reunião semanal regular com seu time, pergunte-se se isso é realmente necessário essa semana. Não continue tendo reuniões regulares simplesmente elas estão em seu calendário. E por favor, não seja o tipo de líder de time que pede a cada membro que forneça uma atualização verbal rápida para o resto do time se você recebeu relatórios escritos contendo as mesmas informações. Isso realmente me irrita, mas é surpreendente o quão comum é.

3.     Então, escolha o tempo adequado para a reunião. Como a evolução humana chegou no valor de 3.600 segundos (60 minutos) ser o tempo necessário para uma reunião? Por que não 47,3 minutos, 67,18 minutos ou 3,142 minutos? Não se sinta obrigado a utilizar todo tempo programado. Na verdade, nada me faz mais feliz que dizer às pessoas: “Vou devolver a vocês 18 minutos de seus dias.”

4.     Defina um dia e hora que se encaixe para todos que você precisa que atendam à reunião. Não há razão em ter reunião com metade das pessoas necessárias.

5.     Comece na hora marcada. Se a reunião está agendada para as 10:00, comece na hora. Se alguém aparecer as 10:01, registre ao lado do nome da pessoa “atrasado”. Isso pode parecer exigente, mas quando você soma junto de alguém chegando 3 minutos atrasado, outro mais 4 minutos atrasados, é possível que você já tenha esperado até 10% do tempo alocado para a reunião. Deixe claro que suas reuniões começam no horário.

6.     Apenas convide as pessoas para o tempo que elas precisam estar na reunião. Se alguém é o número 3 no roteiro da reunião, avise-os que eles podem entrar 15 minutos após o início, e que eles podem deixá-la assim que cumprirem suas partes – ou ficar, caso estejam interessadas. Na verdade, qualquer um deveria estar livre para deixar a reunião se sua contribuição não é necessária.

7.     Toda documentação previamente fornecida antes da reunião deve ser entendida como lida. Nada desperdiça mais tempo que alguém que não leu os documentos ou insiste em analisá-los na reunião.

8.     Não permita que duas ou três pessoas tenham uma conversa que deveria ter sido feita antes ou após a reunião. Não permita que as pessoas barulhentas se sobressaiam sobre as silenciosas. Não deixe que dominem a reunião. Tenha certeza que os participantes estão focados, e peça pra não checarem emails ou fazerem quaisquer outras atividades. Na verdade, se estão dispersos, elas provavelmente não deveriam estar na reunião. Peça contribuições ativamente de todos, se não somente os extrovertidos falarão.

9.     Termine na hora. Se a reunião termina às 11:00, e são 10:50 e você nota que não conseguirá com que tudo seja analisado, avise aos participantes que mesmo assim você terminará na hora e você entrará em contato com as pessoas para finalizar o restante do trabalho.

10.   Registre atas e pontos a destacar e distribua-os rapidamente. Garanta que você faça o acompanhamento com as pessoas antes de qualquer reunião agendada futura.
 
Como disse no início, reuniões podem ser uma ferramenta útil para tomar decisões ou fazer o trabalho, mas geralmente não são. Comece a questionar aqueles convites de reunião, e seja corajoso o suficiente para decliná-los. Simplesmente explique às pessoas que você está focado em entregar valor à organização e a reunião não é a melhor maneira de você alcançar isso. E caso as pessoas continuem em enviar convites de reunião, solicite para ver o business case para a reunião 😊
 
Quais são suas dicas para uma boa reunião?




Fonte:

https://www.projectmanagement.com/blog-post/75887/meetings-are--usually--just-not-worth-the-time-
Tradução: Rodrigo Schmitz Colpani – Engenheiro e Voluntário PMIRS


]]>
3 Dicas Para Dar o Próximo Passo em sua Carreira de Líder de Projetos Thu, 11 Jan 2024 15:55:46 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/750/?3-dicas-para-dar-o-proximo-passo-em-sua-carreira-de-lider-de-projetos.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/750/?3-dicas-para-dar-o-proximo-passo-em-sua-carreira-de-lider-de-projetos.html Por Yasmina Khelifi, PMI-ACP, PMI-PBA, PMP

Desde o começo da pandemia, foram aceleradas mudanças nas nossas maneiras de trabalhar, interagir e novas tecnologias. É difícil acompanhar, e por vezes você planeja se qualificar, mas você não encontra tempo. Mantenha estas informações em mente conforme você navega em nosso novo normal:

1. Fale com pessoas

Desde 2020, estive mais engajada em comunidades: uma de marketing, uma de gerenciamento de projetos e uma de coaching. Cada uma tem suas próprias regras de engajamento. Algumas estimulam ligações de vídeo one-to-one. Essa é a melhor maneira de se esforçar para falar com pessoas que podem ter diferentes formações acadêmicas, experiências de trabalho e indústria que as suas. Comunidades ou associações de profissionais (como PMI e capítulos locais) podem ajudar você a expandir sua network.

Além disso, você pode expandir sua network facilmente ao entrar em contato e se conectar com pessoas depois de fazer parte de webinars e eventos presenciais, ou quando você escutar um podcast que gostou.

Eu também gosto de agendar entrevistas informativas com as pessoas. O objetivo é reunir informação sobre uma indústria, um cargo e como as pessoas chegaram até lá. O objetivo não é pedir emprego ou mandar seu currículo. O entrevistado deve ser aberto e compartilhar o máximo que puder. Se você for o entrevistado, não espere que o entrevistador faça perguntas sobre o que ele não sabe. Descreva o que você faz, seus diplomas ou certificações na área e evite jargões locais.

Você pode pensar: “as pessoas são muito ocupadas para fazer isso”. Na verdade, você ficaria surpreso com o número de respostas úteis que você consegue. A cada entrevista informativa, escreva o que você aprendeu e o que precisa aprender mais, junto do que você fez e não gostou do que ouviu.

2. Seja gentil com você mesmo

É fácil se culpar com pensamentos negativos como “eu sou muito lento” ou “eu não sei o que eu quero”. Mas para algumas pessoas, leva tempo para saberem o que elas fazem e não gostam, junto de suas forças e como elas querem provocar impacto. Há também questões pessoais e familiares para considerar.

Então, seja gentil consigo mesmo, e encontre uma rede de amigos para suporte para que você possa formular diferentes passos e o que você aprendeu no processo.

Eu lembro de falar com um colega há muitos anos que queria trocar de emprego. Eu o encontrei há poucos meses, e ele me disse envergonhado: “depois de tudo aquilo, eu não mudei de emprego.” E está tudo bem. Se o resultado não traz mudança, não há do que se envergonhar, porque ao menos você reservou tempo para explorar novos caminhos. Você aprendeu sobre si mesmo durante o processo, e conheceu novas pessoas.

Não se compare com os outros. É mais fácil falar que fazer, mas lembre-se que todos temos diferentes caminhos.

3. Busque ajuda de um profissional

Como um gerente de projeto, você pode trabalhar em diferentes cargos na mesma indústria ou mesmo mudar para uma nova. Gerenciamento de projetos tem habilidades transferíveis, mas mudar de setor pode não ser tão fácil. Você pode ter que pavimentar o caminho com certificações, diplomas ou cursos online. Algumas opções são arriscadas por razões válidas. Por exemplo, eu não arriscaria gerenciar um projeto nuclear (e um empregador confiaria a mim um cargo sem eu ter experiência na área?).

Se você está ficando muito ansioso ou sobrecarregado, ou se você se sente perdido, procure ajuda profissional para ter orientação sobre o que você sente e quer.

O que mais você recomenda para ajudar a definir seu próximo passo na carreira como um líder de projeto?


Fonte:

3 Tips to Take the Next Step in Your Project Leader Career (2023).
Tradução: Rodrigo Schmitz Colpani – Engenheiro e Voluntário PMIRS

]]>