RSS PMI-RS Notícias de PMI-RS Mon, 26 Sep 2022 02:28:07 -0300 Mon, 26 Sep 2022 02:28:07 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.21dev (http://framework.zend.com) https://pmirs.org.br/rss Confira 5 dicas para formar times de sucesso Thu, 22 Sep 2022 14:35:18 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/675/?confira-5-dicas-para-formar-times-de-sucesso.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/675/?confira-5-dicas-para-formar-times-de-sucesso.html Formar um time pode ser um desafio para gerentes de projeto. Como selecionar os candidatos? Quais habilidades priorizar? Como harmonizar os integrantes da equipe? Como mantê-los motivados? São muitos - e legítimos - os questionamentos na hora de selecionar quem vai fazer parte da sua equipe e transformar uma ideia em realidade. Como gerente de portfolio de projetos, o CEO da SoftDesign, professor e mestre em Administração, Osmar Pedroso, orienta gerentes de projetos e agilistas a montar times de sucesso. Em entrevista, Osmar compartilhou algumas dicas para uma boa formação de times e contínua parceria na execução de projetos. Confira abaixo.

1) Conheça os profissionais do seu time – se você é responsável pela tarefa de selecionar esses profissionais, também tem a obrigação de manter informações acerca das hard skills dessas pessoas em mente. Se o profissional é capacitado tecnicamente, considere outro fator relevante: as soft skills (tão importantes quanto as competências técnicas). Times são formados por pessoas e é necessário que elas trabalhem juntas da melhor forma possível para atingir os objetivos, logo, todos precisam trabalhar em conjunto, apesar de possíveis diferenças. Lembre-se de guardar um bom histórico sobre os perfis de cada pessoa para apoiar a formação de times futuros.

2) Entreviste o profissional antes de adicioná-lo ao time – sim, não é porque o profissional tem todas as skills necessárias que ele irá desejar trabalhar ou ser adequado ao projeto. É necessário saber sobre seus desejos de carreira, o seu momento de vida e, ainda que seja internamente, você deve “vender” a ideia do projeto, sua importância para o cliente/empresa e a razão pela qual você entende que ele é a escolha certa. Isso trará contexto e engajamento. Além disso, pode evitar frustrações.

3) Incentive a transparência e a coragem – o ambiente de trabalho precisa ser seguro para que todos tenham voz, e para que consigam fazer seu melhor ao entregar o produto do projeto. Pensando nisso, procure criar um ambiente onde seja possível os problemas serem tratados com atenção, respeito e transparência, onde todos tenham a coragem de dizer o que não está funcionando para que a comunicação flua de maneira positiva, com base na confiança mútua.

4) Deixe claro os objetivos e metas do projeto – para o time funcionar com maior tranquilidade, procure deixar claro os objetivos e metas, premissas e restrições, desde o início. Procure dar contexto sobre a evolução das expectativas das partes interessadas ao time e conte com eles para o atingimento das metas e objetivos. Contexto é muito importante para o engajamento e a produtividade. Ninguém gosta de fazer algo sem saber por que está fazendo.

5) Não atrapalhe – um bom gerente de projetos é um facilitador. Dependendo da exigência técnica do produto do projeto, você é possivelmente a pessoa que menos sabe sobre o assunto (é o meu caso com novas tecnologias!). Nesse sentido, seja um desbravador de caminhos, um removedor de impedimentos, um comunicador atento, psicólogo de plantão e um observador perspicaz. Facilite o funcionamento do time e não atrapalhe. O time inteiro (com você), é que vai entregar o projeto. Você não é o chefe. Atue como par de todos.

Gostou das dicas de Osmar Pedroso?
Agora é só colocar em prática e compartilhar este artigo para que seus colegas também possam formar equipes de qualidade com mais facilidade.

Conheça Osmar Pedroso:
CEO da SoftDesign, empreendedor e professor. Mestre em Administração pela UFRGS, PMP e CSM. Entusiasta de inovação, produtos digitais e transformação digital.

]]>
LIRM 2022: volta do evento presencial marca retomada de estratégias conjuntas dos Capítulos Wed, 21 Sep 2022 13:50:26 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/674/?lirm-2022-volta-do-evento-presencial-marca-retomada-de-estrategias-conjuntas-dos-capitulos.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/674/?lirm-2022-volta-do-evento-presencial-marca-retomada-de-estrategias-conjuntas-dos-capitulos.html O PMI LATAM reuniu os líderes da América Latina, pela primeira vez pós-pandemia, no Leadership Institute Region Meeting (LIRM), realizado nos dias 18, 19 e 20 de agosto, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O evento teve como objetivo promover a conexão entre os líderes da região, levar conhecimento, abordar estratégias e refletir sobre temáticas para potencializar o engajamento e habilidades-chave dos profissionais de projetos na América Latina para o avanço da profissão. Foram três dias de imersão em um ambiente colaborativo. Os líderes que não puderam estar presentes, puderam acompanhar o evento e interagir de forma on-line.

“Essa conexão, em um evento presencial, após dois anos de pandemia, reacendeu a chama da comunidade. O que nos torna diferentes de outras associações profissionais é, justamente, sermos uma comunidade de líderes muito engajada. Por isso, o retorno desse tipo de evento é tão importante”, declara o presidente do PMIRS, Alex Rosa.

Na ocasião, os líderes dos países da América Latina puderam trabalhar juntos em questões estratégicas, além de propor ações para filiados e voluntários, novos produtos e ferramentas para o desenvolvimento da região.

O VP de Filiação e Voluntariado, Márcio Santos, que participou pela primeira vez do LIRM, adianta que a comunidade gaúcha de profissionais de projetos pode esperar novas ações a partir de projetos inovadores. “Já sou voluntário do PMIRS desde 2017 e foi a primeira vez que participei deste evento presencial. Fiquei super feliz em ter comparecido ao evento e conhecer diversas pessoas com um alto grau de conhecimento em Gestão de Projetos. Cada conversa, cada alinhamento, trazia novas ideias. Também compartilhamos sobre ações que podem beneficiar nossos voluntários”, afirma.

Márcio Santos contou que o evento provocou a motivação e desejo de multiplicar as informações recebidas e traduzi-las em projetos futuros. O objetivo para os próximos meses é desenvolver novas ações para o voluntariado do PMIRS, co-criando projetos inovadores para o Brasil.


Alex Rosa compartilhou sugestões para o bom relacionamento com voluntários no LIRM 2022

No evento, o presidente do PMIRS, Alex Rosa, palestrou sobre a construção de um relacionamento a longo prazo com os voluntários. Alex apresentou cinco sugestões para desenvolver e preservar o bom relacionamento com o time de voluntários, a partir da sua experiência e do histórico de bons números do PMIRS nos últimos anos. Mesmo com uma perda considerável de filiados no período da pandemia, o número de voluntários no capítulo continua o mesmo. Inclusive, hoje há uma lista de espera de quase 60 pessoas para voluntariar.


A “Jornada da Cultura do PMI” foi um dos principais tópicos abordados no evento

O PMI está em um processo de transformação cultural e organizacional, e tem trabalhado o assunto em muitos workshops nos últimos meses. A temática também esteve entre os principais assuntos discutidos no LIRM 2022. “Como a gente constrói uma nova cultura do ponto de vista da comunidade local e global ao mesmo tempo? Sem dúvida é um desafio enorme! Cada vez mais as pessoas querem produtos e serviços centrados no cliente e o PMI precisa atender a essas particularidades, olhando para mais de 300 representações locais ao redor do mundo. Esse novo olhar permite que tenhamos, de fato, uma cultura que abrace e empodere agentes de mudança”, declara Alex Rosa.

O workshop sobre cultura foi uma das primeiras ocasiões a proporcionar o engajamento de todas as partes a fim de traduzir, em comportamento aplicado, a cultura do PMI. “A jornada da cultura do PMI visa analisar a cultura organizacional existente, seus pontos fortes, potencialidades e equalizar esse processo de entendimento em uma linguagem comum e acessível para staff, voluntários, filiados e comunidade em geral. A ideia é traduzir em algumas ações e comportamentos pretendidos o que é ser PMI como unidade. É exatamente isso que essa jornada de transformação da cultura se presta a fazer", comenta o Presidente anterior imediato do PMIRS, Mentor do PMI para a Região 13-Brasil e integrante do grupo de Embaixadores da Cultura da organização, Fernando Bartelle.

]]>
Semana da Transformação GP reuniu administradores para aprender sobre Gestão de Projetos Tue, 23 Aug 2022 10:52:25 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/672/?semana-da-transformacao-gp-reuniu-administradores-para-aprender-sobre-gestao-de-projetos.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/672/?semana-da-transformacao-gp-reuniu-administradores-para-aprender-sobre-gestao-de-projetos.html O PMIRS, em parceria com o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul (CRA-RS), realizou uma degustação do Projeto Semana da Transformação GP, projetada em forma de workshops, nos dias 20, 23 e 27 de julho. O evento aconteceu em versão pocket e marcou a parceria entre as duas organizações. 

“O evento foi o início da realização de um plano de trabalho previsto na parceria firmada entre as instituições, em março deste ano, e tem por objetivo a capacitação de profissionais administradores em gestão de projetos e liderança. Procuramos apresentar o PMI e o que eles poderiam ganhar ao se aproximar da instituição”, disse Bernardo Zurli, Coordenador de Next-Gen do PMIRS.

A iniciativa reuniu 18 profissionais para aprender sobre fundamentos de gerenciamento de projetos, como fazer um TAP (Termo de Abertura do Projeto), estratégias para solucionar problemas em gerenciamento de projetos através de mapas mentais e a utilização do CANVAS em projetos de LGPD. 

O administrador Edison Neto só havia tido contato com alguns conhecimentos teóricos sobre Gestão de Projetos. As oficinas da Semana da Transformação GP proporcionaram que ele experimentasse algumas práticas da área. “Em junho passado, encerrei minha segunda graduação (Direito) e no meu TCC utilizei o material de um site sobre mapas mentais. A aula do Bernardo me mostrou o quão amplo é esse tema e como ele pode nos ajudar a ver oportunidades nos nossos projetos, sejam pessoais ou profissionais”, contou.

Edilson também comenta sobre as outras oficinas realizadas e a importância de cada ensinamento. “A aula do Márcio reforçou a necessidade de sabermos focar no que desejamos na tarefa profissional. (...) Se tivermos o objeto bem desenhado, o planejamento/gestão é facilitado”, afirmou o administrador.

A próxima edição da Semana da Transformação GP está prevista para acontecer entre os meses de outubro e novembro deste ano. A data definitiva será divulgada na agenda do Capítulo, no site do PMIRS. Fique de olho!

]]>
O exame da Certificação CAPM® vai mudar - Veja como se preparar Tue, 23 Aug 2022 10:48:49 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/671/?o-exame-da-certificacao-capm-vai-mudar---veja-como-se-preparar.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/671/?o-exame-da-certificacao-capm-vai-mudar---veja-como-se-preparar.html O PMI® já confirmou: o exame para obter a Certificação Certified Associate in Project Management (CAPM)® vai mudar a partir de 2023. O novo exame irá garantir que os certificados reflitam as expectativas do mercado dos profissionais de nível básico, observados durante uma extensa pesquisa com membros de equipe de projetos que trabalham em diferentes ambientes e abordagens.

O novo exame testará as habilidades necessárias para entender os fundamentos do gerenciamento de projetos, bem como os princípios preditivos, adaptativos e de análise de negócios. 


Quer entender mais? Vamos explicar!

A CAPM® é uma certificação direcionada aos profissionais - de qualquer área - que querem ganhar mais responsabilidades e adicionar competências de gerenciamento de projetos em suas carreiras. O conhecimento, assim como nas demais certificações do PMI®, é baseado no PMBOK® Guide, que está em sua 7ª edição.

No último ano, o PMI® conduziu uma pesquisa - Job Task Analysis (JTA) - para validar o novo comportamento de mercado e, com base nos resultados, o exame será modificado para refletir abordagens em todo o espectro de entrega de valor.

O exame testará as habilidades que os indivíduos de nível básico e associado precisam para entender os fundamentos do gerenciamento de projetos, bem como os princípios preditivos, adaptativos e de análise de negócios.
Essas abordagens serão encontradas nas quatro áreas de domínio listadas abaixo:

  1. Project Management Fundamentals and Core Concepts 
  2. Predictive, Plan-Based Methodologies 
  3. Agile Frameworks/Methodologies  
  4. Business Analysis Frameworks 

Para orientar sobre os temas avaliados no exame, o PMI® divulgou um esboço da nova prova CAPM®, que contém tabelas com os Domínios (área de conhecimento de alto nível); as Tarefas (responsabilidades de cada membro do projeto em cada domínio) e os Facilitadores (exemplos ilustrativos do trabalho associado às tarefas).

O esboço pode ser acessado gratuitamente AQUI

Como é o exame para a Certificação CAPM?

O exame para a Certificação CAPM® é on-line e é composto de 150 questões de múltipla-escolha. Destas, 15 são questões pré-teste, que não afetam a pontuação e são usadas em exames como uma maneira eficaz e legítima de testar a validade de futuras perguntas do exame.

Ao todo, o candidato tem três horas para completar o Exame. A novidade é que, a partir de 2023, após concluída a questão 75, haverá um intervalo de 10 minutos. Ao final, há uma pesquisa rápida.

Quer saber mais?
Acesse ]]>
PMIRS de Portas Abertas para receber profissionais de projetos na sede do Capítulo e no Branch Serra Fri, 19 Aug 2022 16:53:13 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/670/?pmirs-de-portas-abertas-para-receber-profissionais-de-projetos-na-sede-do-capitulo-e-no-branch-serra.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/670/?pmirs-de-portas-abertas-para-receber-profissionais-de-projetos-na-sede-do-capitulo-e-no-branch-serra.html O PMIRS retomou o formato presencial do evento Portas Abertas e recebeu, no Tecnopuc, profissionais interessados em conhecer a comunidade do PMI. A edição realizada no dia 13 de agosto, em Porto Alegre, teve vagas limitadas e contou com a participação de 30 profissionais atuantes em diversas áreas, que passaram a conhecer melhor os benefícios de fazer parte da instituição. A programação contou com a breve apresentação do PMI e do PMIRS, de certificações e filiação, promoção de networking entre os participantes, entre outras atrações.

O Portas Abertas tem o objetivo de receber a comunidade para responder, de forma dinâmica e ao estilo TED Talks, as principais dúvidas sobre voluntariado, filiação, projetos, certificações e outros temas institucionais, em uma única ocasião. O evento também é uma oportunidade para conectar profissionais interessados em gerenciamento de projetos, fortalecer o networking e atrair interessados em fazer parte da comunidade do PMIRS, seja por meio do voluntariado ou da filiação.

“Retomar o evento pós-pandemia foi sensacional. Estava uma energia muito bacana e muito disso ocorre em função do formato descontraído e diferenciado do evento. Tivemos belos depoimentos de pessoas que ingressaram recentemente na comunidade e já perceberam rápidos ganhos em seu desenvolvimento profissional. Essas declarações, espontâneas e sinceras, nos deixam realizados!”, comentou o Presidente do PMIRS, Alex Rosa. O encerramento desta edição contou com um “fishbowl”, momento em que os participantes puderam expressar dúvidas não respondidas aos Vice-Presidentes, bem como suas contribuições aos assuntos trazidos para a roda de conversa.

Interessados em gerenciamento de projetos, que moram na região da Serra Gaúcha, terão a oportunidade de participar da próxima edição do Portas Abertas, que será realizada dia 27 de agosto, no Branch Serra, em Caxias do Sul. Os participantes receberão acesso a descontos exclusivos nas filiações. As vagas são limitadas!
Clique aqui para garantir a sua vaga.]]>
De voluntário do PMIRS a empreendedor: saiba como Tomás Moreira decidiu abrir o próprio negócio Tue, 16 Aug 2022 10:58:47 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/669/?de-voluntario-do-pmirs-a-empreendedor-saiba-como-tomas-moreira-decidiu-abrir-o-proprio-negocio.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/669/?de-voluntario-do-pmirs-a-empreendedor-saiba-como-tomas-moreira-decidiu-abrir-o-proprio-negocio.html Guardanapos rabiscados em uma mesa de bar, conversa solta com gente experiente no mundo business e uma ideia (quase) pronta para sair do papel. Foi em um happy hour do PMIRS que Tomás Moreira se sentiu inspirado para empreender e, na primeira oportunidade, resolveu abrir um bar na Cidade Baixa, em Porto Alegre.
O profissional da área de projetos, que tem mais de 25 anos de experiência no desenvolvimento de produtos e serviços, e atualmente lidera a frente de novos negócios e eventos no Grupo Céu e atua como gerente de desenvolvimento de software na ADP Brazil Labs, compartilhou sobre sua trajetória no PMIRS e o insight para o empreendedorismo.


O Céu Bar e Arte foi uma ideia que surgiu ainda enquanto você estava envolvido com o PMIRS. Como foi que teve esse insight?

Trabalhei como bartender em bares na praia do Cassino, na cidade de Rio Grande, no tempo da faculdade. Sempre quis empreender, mas não sabia ao certo por onde começar. 

As conversas de bar, particularmente nos happy hours do PMIRS, sempre foram inspiradoras, pois a maior parte dos filiados e participantes eram pessoas de grande experiência em negócios próprios e em empresas locais e internacionais.

Sempre que um dos bares estava cheio rolava um cálculo de padeiro para saber quanto o bar estaria lucrando naquela noite e também com o nosso grupo. Rolava cálculo de custo e lucratividade por produto (CMV, Margem), fluxo de caixa (Entradas - Saídas), custo de pessoal (quantas pessoas tinham na casa e quanto custaria aquela operação), especulações sobre investimento necessário para montar um negócio daqueles, ROI, etc. Fora as oportunidades de experimentar diversos tipos de bebidas, drinks, comidas, modelos de negócio, modelos de cobrança, modelos de atendimento, avaliar situações de atendimento e práticas de gestão de pessoas.
Fui desenhando em guardanapos de bar algumas ideias.  Quando surgiu a oportunidade, em outubro de 2015, elas serviram como guia para construção do meu negócio.

O insight surge na hora que aparece a oportunidade. No meu caso, quando o estacionamento onde eu deixava o carro ficou vago, logo pensei em assumir e abrir um bar, pois todo o cálculo de viabilidade de um negócio estava fresquinho na minha cabeça. Tudo foi possível graças ao conjunto de conhecimentos adquiridos nos happy hours e ao emprego da época, que também consegui através de indicação de contatos adquiridos nesses eventos.


Como foi sua jornada junto ao PMIRS?

Minha primeira jornada como voluntário do PMIRS começou em 2013, muito estimulado pelo então professor da Pós de Gestão de Projetos da ESPM-SUL, Prof. Fábio Giordani.

Eu, então como aluno da pós, fiquei super motivado pelas histórias que ele costumava contar em aula sobre o PMIRS, seus projetos na DELL e em outras empresas, além da oportunidade de entrar para o seleto grupo de profissionais de projetos da região e voluntariar em alguma atividade. O slogan "Coisas boas acontecem com quem se envolve com o PMI" é muito motivador e verdadeiro.
Contudo, em função de trabalhar o dia inteiro na Perto, uma empresa de Gravataí, e ainda fazer pós-graduação à noite, eu não dispunha de muito tempo. Foi aí que falei com o Fábio e surgiu a oportunidade de me tornar voluntário para ajudar a organizar os happy hours do PMIRS, pois para essa atividade a exigência de horas/mês era muito menor e eu já poderia ingressar.

Atuei nessa atividade de 2013 a 2015. Organizei inúmeros encontros, proporcionando momentos de networking fantásticos para membros e não membros do PMIRS. O evento era para filiados, mas seguidamente algum filiado levava amigos interessados em projetos e com vontade de entrar para o PMI. O formato de conversas de bar favorece o engajamento, pelo fato de deixar as pessoas menos tensas e propícias ao networking.

Além dos eventos cotidianos que aconteciam a cada dois ou três meses, também foram organizados grandes encontros - com até 80 pessoas - como parte de dois congressos do PMIRS realizados na PUC. 

Nessa época, fui premiado como voluntário destaque da Diretoria de Administração, coordenada pela Carolina Mobus.

Com o tempo, foi caindo o número de inscritos nos eventos e, com a troca de administração, a nova diretoria resolveu encerrar os happy hours e criar um novo modelo de Almoço, com palestras e disponibilização de vagas. Fui convidado e comecei como gestor desse projeto, mas não consegui dar continuidade em função da rotina profissional intensa que estava vivendo, pois a função de voluntário para esse projeto exigiria maior carga horária.

 


Como o voluntariado influenciou na sua jornada profissional?

O voluntariado me ajudou muito a alavancar minha carreira profissional na área de projetos. Foi a partir da oportunidade de voluntariar que ingressei no PMIRS e fiz uma rede de contatos profissionais e amigos, de onde surgiu muito aprendizado e oportunidades de trabalho, até hoje, a partir das quais venho trilhando minha carreira. 

Como voluntário, eu fiz amigos no círculo profissional e pessoal. A cada happy hour tinha chance de conhecer pessoas diferentes, de todos os níveis hierárquicos profissionais e classe financeira. Muito aprendizado diante de discussões sobre dificuldades e soluções encontradas em projetos. Oportunidades de trabalho para atuação em empresas e lecionar em universidades e programas de pós-graduação. 

Foi a partir do networking dos eventos que entrei no Sicredi, onde permaneci cerca de sete anos como um dos PMOs mais respeitados da instituição, e também onde surgiu a oportunidade de lecionar durante cinco anos como professor das disciplinas de Gestão de Tempo (Cronograma), Riscos e Escopo em programas de pós-graduação e MBA de instituições conhecidas como La Salle Business School, PUCRS e UCS.


Quais habilidades você aprendeu durante o tempo no PMIRS que aplica hoje em seu trabalho?

Insights sobre gestão de projetos em diversas áreas, inúmeras lições aprendidas, relacionamento, comunicação, gestão de stakeholders, gestão de eventos, empreendedorismo, gestão de mudanças, gestão financeira e muitas outras experiências e aprendizados. 


O início do sonho: abertura do bar, em 2015.


Dinâmica de priorização realizada com a equipe.


Tomás Moreira é ex-voluntário do PMIRS e atualmente lidera a frente de novos negócios e eventos no Grupo Céu.

Aproveite os eventos do PMIRS para construir seu networking.

Fique de olho em nossa agenda para garantir sua vaga no próximo Almoce com o PMIRS.

]]>
Pint of Project: Bar de Porto alegre sedia bate-papo sobre gestão de projetos Tue, 26 Jul 2022 15:57:35 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/666/?pint-of-project-bar-de-porto-alegre-sedia-bate-papo-sobre-gestao-de-projetos.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/666/?pint-of-project-bar-de-porto-alegre-sedia-bate-papo-sobre-gestao-de-projetos.html O PMIRS reuniu filiados e voluntários do Capítulo para um happy hour especial no Bar Céu, em Porto Alegre, no dia 5. O Pint of Project proporcionou que a comunidade de gerenciamento de projetos compartilhasse e discutisse, de forma descontraída, sobre cases de gestão de projetos. 

Na ocasião, Tomás Moreira apresentou um Pitch sobre empreendedorismo e gestão de projetos, Fabiane Sum abordou sobre a importância da gestão de projetos na transformação do negócio e Tatiana Ximenez falou sobre por onde começar o processo de inovação nas empresas, além de ter apresentado alguns cases. Nilson Ayala também esteve presente e compartilhou sobre a parceria entre a Sucesu e o PMIRS, e as oportunidades na Sucesu.  Os principais tópicos de discussão foram metodologias, ferramentas, e skills de gestores de projetos para tratar com as equipes multidisciplinares, alta diretoria e clientes.

O VP de Desenvolvimento Profissional, Rodrigo Paines, conta que o evento foi inspirado no Pint of Science, porém, com foco no gerenciamento e liderança de projetos. “Este evento tem em seu propósito compartilhar experiências de diversas áreas e aproveitar o tempo pós-horário de expediente do filiado para uma conversa em ambiente mais descontraído”, declarou.

Anderson Mantovani, Diretor de Eventos do PMIRS, também acredita que o formato do evento possibilitou um melhor aproveitamento dos assuntos abordados. “Geralmente os eventos do PMI são realizados no início da noite, após o expediente, e podem se tornar cansativos, ainda mais após um dia de trabalho. No Pint of Project juntamos um evento de aprendizado e uma happy hour com networking,  proporcionando um momento de descontração, trazendo desenvolvimento profissional de uma forma mais leve”, comentou.

A próxima edição será em breve. Fique atento à agenda do PMIRS para conferir a próxima data e garantir sua participação.

]]>
Eleições 2022: saiba quem pode se candidatar à Diretoria Executiva Mon, 18 Jul 2022 15:47:15 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/665/?eleicoes-2022-saiba-quem-pode-se-candidatar-a-diretoria-executiva.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/665/?eleicoes-2022-saiba-quem-pode-se-candidatar-a-diretoria-executiva.html O PMI Rio Grande do Sul deu início, no último dia 28, ao processo eleitoral exclusivo para os cargos de Presidente, Vice-Presidente de Governança e Finanças, Vice-Presidente de Filiação e Voluntariado, Vice-Presidente de Desenvolvimento Profissional e Vice-Presidente de Relações Internacionais e Expansão, que irão compor a Diretoria Executiva do Capítulo - mandato 2023/2024. As eleições serão realizadas de forma online entre os dias 07 e 22 de setembro. O atual Coordenador da Comissão Eleitoral, Ricardo Zago, explica como é o processo eleitoral, quem pode se candidatar, votar e outros detalhes das Eleições 2022.


Como funciona o processo eleitoral?


A primeira coisa a ser definida é a Comissão Eleitoral. Pelo estatuto do PMIRS, ela é formada pelo Coordenador, responsável por todas as atividades da eleição, pelo Secretário, responsável pela elaboração dos documentos respectivos, e pelo Coordenador de Comunicação, responsável pela comunicação com filiados, que são o público-alvo da eleição.


Este ano, a Comissão Eleitoral é formada por Ricardo Zago, Coordenador da Comissão Eleitoral; Eduardo Trajano, Coordenador de Comunicação e Alexandre Manhães, Secretário. 


Quem pode se candidatar?


Ser filiado(a) ao PMIRS há pelo menos um ano é pré-requisito para candidatura a qualquer um dos cargos da Diretoria Executiva. Mas há alguns critérios para candidaturas específicas. Para se candidatar à Presidência, por exemplo, é necessário ter ocupado um cargo de vice-presidente por no mínimo um ano, dentro dos últimos quatro anos (últimos dois mandatos), ou seja, o candidato precisa estar atualizado das questões do Capítulo.


Para ser Vice-Presidente, é necessário ter ocupado algum cargo na Diretoria Adjunta ou Conselho Fiscal por, no mínimo, um ano. Para qualquer que seja a candidatura, é preciso ter desempenhado pelo menos um ano de trabalho voluntário no PMIRS. Quem é filiado na categoria Estudante, não pode se candidatar aos cargos da Diretoria Executiva.


A candidatura é feita por meio do preenchimento do formulário de inscrição, da ficha de Perfil do Candidato e da Declaração de Compromisso, que devem ser encaminhadas ao e-mail eleicoes@pmirs.org.br até às 23h59min do dia 28/07/2022.


Quem pode votar?


Filiados ao Capítulo há pelo menos seis meses estão aptos a participarem das eleições.


Qual a importância das eleições periódicas?


Para Ricardo Zago, a importância de se manterem eleições periódicas está na renovação da Diretoria Executiva. “Precisamos promover renovação por meio de novas mentes pensantes, com novas ideias e dispostas a encarar novos desafios”, afirma. Para o Coordenador da Comissão Eleitoral é importante oportunizar que todos os voluntários tenham um cargo executivo em uma instituição tão respeitada que é o PMIRS.


Confira o cronograma das Eleições 2022:


28/06/22 – Publicação do Edital Eleitoral;

28/07/22 – 23h59 – Prazo máximo para submissão dos formulários de inscrição;

08/08/22 – Validação das inscrições e comunicação de desvios (se houver);

15/08/22 – 23h59 – Re-submissão dos formulários corrigidos (se necessário);

18/08/22 – Aceite final das inscrições;

29/08/22 – Convocação da Assembleia Geral e divulgação dos candidatos;

07/09/22 a 22/09/22 – Período de votação pela Internet (até às 23h59);

29/09/22 – Realização da Assembleia Geral

30/09/22 – Publicação dos resultados


Para saber mais detalhes sobre as Eleições 2022 do Capítulo PMIRS, acesse o nosso site (clique aqui).]]>
CBGPL 2022 chama gerentes de projetos para impactar Tue, 12 Jul 2022 16:03:57 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/664/?cbgpl-2022-chama-gerentes-de-projetos-para-impactar.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/664/?cbgpl-2022-chama-gerentes-de-projetos-para-impactar.html Ainda estamos tentando absorver tanta informação e aprendizado gerados no CBGPL - Congresso Brasileiro de Gestão, Projetos e Liderança - de 2002, que começou no dia 08, em Belo Horizonte (MG), e continuará nos próximos dias 15 e 16 de julho, em Salvador (BA). O evento este ano traz um formato híbrido, com transmissão on-line e programação presencial, com a participação de grandes nomes do gerenciamento de projetos no país.


E, claro, há filiados do PMI Rio Grande do Sul participando ativamente dos eventos. Por isso, destacamos alguns trechos interessantes das palestras para te fazer refletir sobre o impacto que você, gerente de projetos, profissional ou estudante pode gerar com a gestão de projetos.

"O retorno do Congresso presencial - e evoluído para um evento híbrido - foi algo muito aguardado. Retomar as discussões em um momento em que já estamos vivendo e sendo impactados pelas mudanças dos últimos dois anos é fundamental para o desenvolvimento profissional e pessoal de todos nós, profissionais de projetos. Os Capítulos PMI Bahia e PMI Minas Gerais estão de parabéns pelo enorme desafio proposto de realizar um evento em dois estados e com transmissão simultânea de altíssima qualidade. As apresentações e discussões propostas estão no mesmo nível", destaca Alex Rosa, presidente do PMIRS.


Confira e compartilhe:


Olhando para os Gerentes de Projeto do Presente e do Futuro


Ricardo Triana, PMI Fellow, Diretor Executivo para a América Latina no Project Management Institute, abriu a participação dos palestrantes trazendo importantes reflexões sobre a estratégia do PMI® no Brasil sob a perspectiva da ampliação do nosso impacto através do envolvimento de changemakers, de 5 à 105 anos em nosso ecossistema.


No Brasil temos mais de 10 mil filiados ao PMI®, sendo que 6 mil filiados aos Capítulos. Mas o potencial é muito maior. Segundo mapeamento do PMI®, no Brasil há pelo menos 511 mil profissionais que atuam com projetos em diferentes áreas e métodos.


"Se tanta coisa estamos fazendo, porque o resultado de projetos está quase a mesma coisa durante os últimos anos? Deveria ser muito melhor. É porque não estamos tendo o impacto que deveríamos. Não estamos mudando”, provocou Triana.


Foi a partir desse entendimento, que o PMI® passou a mudar a estratégia, da qual o impacto social faz parte. “Você não pode mudar o mundo se você pensa que unicamente um grupo de pessoas que fala de projetos vão fazer isso. O mundo muda porque mais pessoas estão engajadas em um objetivo, buscando resultados”, explicou.


Ainda durante a palestra, Triana salientou os pilares de amplitude (alcançar mais pessoas), profundidade (impactar mais pessoas) e temporalidade (por mais tempo), dando destaque à atuação dos changemakers. “É preciso que a comunidade ao redor do PMI® seja maior - não necessariamente filiada - e envolva os changemakers, que estima-se serem mais de 22 milhões de pessoas no mundo. Eles não são necessariamente gerentes de projetos, mas são pessoas que promovem mudanças e precisam ter habilidades de gerenciamento de projetos”.



Global Megatrends 2022


Nós abordamos aqui no PMIRS, recentemente, os resultados e orientações do Relatório que apontou as Global Megatrends 2022. Roberto Toledo, membro do Board do PMI®, participou do evento como keynote no dia 09 de julho e comentou o impacto dessas tendências.


“Como resultado da mudança do mundo, precisamos mudar e nos adaptar rapidamente”, disse. E os gerentes de projetos têm oportunidades ímpares ao estarem envolvidos com a evolução da tecnologia e o controle de riscos, como ataques cibernéticos; enfrentando desafios relacionados à mudanças climáticas, incluindo a sustentabilidade em todos os projetos.


"O PMI® está ajudando os gerentes a se envolverem com os desafios da sustentabilidade nos projetos por meio de uma aliança estratégica com a GPM Global - Green Project Management® , uma empresa social que ajuda a promover práticas de desenvolvimento sustentável e regenerativo”, lembrou.


Para sermos líderes eficazes precisamos desenvolver mais nossas power skills. "Se somos ágeis ou não somos ágeis não é algo mais para ser discutido. É tudo ágil, não necessariamente com metodologias ágeis em todos os processos, mas todos os projetos e empresas precisam ser ágeis. É por isso que o novo triângulo de talentos reflete o que as empresas e líderes esperam dos profissionais de projetos”.

Toledo ressaltou que mais pessoas do que nunca precisarão de mais habilidades de projetos. “As organizações precisam de pessoas que contribuam com as mudanças, mas que possam conduzi-las. Utilize as abordagens de poder, para desenvolver suas próprias habilidades e contribuir com a transformação de ideias em realidade”.


Acompanhe nosso site. Em breve mais conteúdo do Congresso por aqui!

]]>
Saiba como o Conexão Gov contribui para o novo momento dos projetos do setor público Wed, 29 Jun 2022 14:01:12 -0300 https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/663/?saiba-como-o-conexao-gov-contribui-para-o-novo-momento-dos-projetos-do-setor-publico.html https://pmirs.org.br/noticia/visualizar/id/663/?saiba-como-o-conexao-gov-contribui-para-o-novo-momento-dos-projetos-do-setor-publico.html E se pudéssemos encontrar, em um só lugar, lições aprendidas e boas práticas de gerenciamento de projetos, treinamentos, podcasts e uma série de conteúdos específicos para o Setor Público? O PMIRS identificou a necessidade de um ambiente como este e desenvolveu, em parceria com o PMI-DF, a plataforma Conexão Gov - um site que reúne conteúdos sobre gerenciamento de projetos, em diferentes formatos, voltados para servidores públicos.


“(A plataforma) tem a função de ser uma Central de Conteúdo focada no desenvolvimento do setor público e dos profissionais que o compõem, favorecendo a capacitação de gestores e servidores públicos em conceitos, processos e ferramentas de gerenciamento de projetos para a entrega de benefícios e valores aos cidadãos”, declara Rafael Faria, Diretor de Projetos Públicos e um dos idealizadores da plataforma. Atualmente, o Conexão Gov também conta com a participação dos Capítulos PMISE e PMICE e pode ser acessado no endereço conexaogov.br.


Mas afinal: como o Conexão Gov pode contribuir para o novo momento dos projetos do Setor Público?


O Conexão Gov está apoiado em três pilares: Adesões de Órgãos Públicos; Capacitações de gestores e instituições; e Desenvolvimento de Escritórios de Projetos. Confira abaixo as funcionalidades e benefícios que a plataforma disponibiliza para servidores públicos.


>> Guias: 

Encontre guias de boas práticas para aplicar em projetos e portfólios.



>> Capacitação: 

Envolva-se com as oportunidades e aproveite os diferentes conteúdos disponibilizados. 




>> Conexão: 

Faça parte do programa de desenvolvimento para profissionais do setor público com conhecimentos em gestão de projetos. 




Faça parte do programa de desenvolvimento para profissionais do setor público com conhecimentos em gestão de projetos. Acesse https://conexaogov.org/ e cadastre-se!]]>